Esboço de Pregação

Lição (3)
Texto Áureo 
¨Disse então Sua Mãe aos
Serventes: Fazei Tudo
quando ele voz disser¨
             
                                   Jesus Transforma Água em Vinho


Jo 2.1-Três dias depois, Houve um casamento em Caná da Galileia, e estava ali a mãe de Jesus;
Jo 2.2-e foi também convidado Jesus com seus discípulos para o casamento.
Jo 2.3- E, Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Eles não tem vinho
Jo 2.4- Respondeu-lhes Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.
Jo 2.5- Disse então sua mãe aos serventes: Fazei Tudo quando ele vos disser.
Jo 2.6- Ora, estavam ali postas seis Talhas de pedra, para as purificações dos Judeus , e em cada uma cabiam duas ou Três almudes.
Jo 2.7- Ordenou-lhe Jesus: Enchei de águas essas Talhas. E encheram-nas até em cima.
Jo 2.8- Então lhe-disse: Tirai agora, e levai ao mestre-sala. E eles o fizeram 
Jo 2.9- Quando o mestre-sala, provou a água tornada em vinho, não sabendo donde era, se bem que o sabiam os serventes que tinham tirado a água, chamou o mestre-sala ao noivo 
Jo 2.10- e lhe disse: Todo o homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho 
Jo 2.11-Assim deu Jesus início aos seus sinais em Caná da Galileia e manifestou a sua glória; e os seus discípulos creram nele.
          
        Introdução 
As Festas de casamentos, usualmente, se prolongavam por sete dias, e novos convidados chegavam Todos os dias, entrando e saindo, alguns deles permanecendo por mais tempo. O vinho era servido livremente nas bodas. Seria muito natural, portanto, que o suprimento de vinho ameaçasse acabar-se durante as Festividades .




1.Jesus Participa Da Vida Social 
¨E Foi também convidado jesus com seus discípulos para o casamento¨(2.2). Jesus não se mantinha afastado do convivo da sociedade (Jo 1. 19-23). Ele não evitava as Festividades locais, antes participava delas. O cristianismo deve caracterizar-se pela alegria e pelo regozijo, servindo de instrumento para aprimorar a sociedade, embora sob condições aceitáveis aos elevados padrões morais do Cristianismo.
(a) Jesus é convidado para o casamento- Um convite feito a Jesus, certamente seria extensivo a alguns de seus conhecido discípulos. Esse grupo formava o núcleo daquela união que em breve haveria de Florescer como movimento de impacto mundial (Jo 10. 1-5), Convidar Jesus para as bodas é o melhor início possível para a vida de um casal (Sl 128).
(b)Uma Festa em Família- Este convite serviu com ponto inicial do ministério público de Jesus, Ele estava deixando a obscuridade da vida doméstico e entrando em seu ministério público. Esse evento assinalou a transição mediante a primeira exibição de seu poder divino, Tendo como objetivo convencer seus familiares da realidade de sua missão messiânica (Jo 7.5).
(c) A Falta de Vinho- Esta era uma situação embaraçosa para os anfitriões, cuja reputação Ficaria irremediavelmente abalada. Maria, sensibilizada. apela a Jesus, informando-lhe o problema. A mãe do Senhor esperava dele a solução do problema de alguma forma miraculosa. Lucas registra que ¨ela guardava todas estas coias, meditando-as em seu coração¨(Lc 2. 19,51) Seria impossível Maria ter esquecido as palavras do Anjo Gabriel, Simeão e Ana (Lc 1.35;  2. 19-51) Agora que seu Filho havia saído de casa, Maria certamente nutri expectativa de vê-lo cumprir as profecias gravadas em seu coração materno.




2 Jesus Transforma Água em Vinho
Jesus sabia que ainda não era chegada á sua hora, e por isto, contava com a direção do Pai e não com sugestão humana
 (Jo 2.3,4). No entanto, Maria percebera que a situação a presentava o palco apropriado para Jesus revelar a seu poder, que poderia ser feito como uma Forma de primeiro anúncio público de seu caráter messiânico.
(a) Uma nova época estava se inaugurando- Um vinho novo se achava disponível. Daí a necessidade de odres novos (Mc 2. 22). Não mais uma relação com Deus fundamentada em práticas religiosas, mas calcada na Fé, na graça e em uma resposta ao amor daquela que nos amou primeiro (Jo 16.15).Um culto, não mais baseada  na tradição, mas em espírito e em verdade (Jo 2.13-22; 4.19-24). O vinho novo é o símbolo da alegria que só Jesus pode dar e ninguém poderá tirar (Jo 16.22). 
(b) O vinho novo é simbolo do Sangue- O primeiro milagre de Moisés no Egito foi transformar água em sangue (Êx 7, 14-24). O de Cristo, água em vinho. O paralelismo não se esgota no primeiro milagre, mas é repetido por Jesus (Jo 6.53-56), Acha-se implícito na citação que á sua hora ainda havia chegado e está eternizando na celebração da ceia memorial (Mc 14. 23-25, 1 Co 11.25, 26), a qual aponta para um vinho novo a ser compartilhado entre todos os que foram transformados pelo Senhor Jesus.
(c) A Transformação de coisas comuns- O mesmo Cristo que transformou a água em vinho pode transformar as coisas da vida em Bençãos Gloriosas. Ele pode transformar a água amarga da tristeza no vinho de alegria. Pode lançar mão de uma sério de circunstâncias da vida que nos perturbam, Transformando-as em brilhantes oportunidades (Rm 8.28)




3 Da Água Para o Vinho Nas Prioridade da Vida 
¨Da água para o vinho¨ é uma expressão corrente em nossa língua significando mudança radical. Caná da Galileia é hoje um povoado em ruínas, a 14  quilômetros ao norte de Nazaré, chamado Khirbet Qana .
(a) Da água para o Vinho na relação com Deus-Maria mostra sua sabedoria ao aceitar sem discussão a resposta de sue Filho: ¨Mulher, que tenho eu Contigo?¨(Jo 2.4). Ela não se desanima, mas confiante ordena aos servos que obedeçam a qualquer ordem de Jesus. Nenhum conselho é melhor que esse dado por Maria: Fazer tudo o que Jesus disser (Jo 2.5)
(b)Quando ao Tratamento ¨mulher¨- ¨Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo?¨(Jo 2.4), Esta não é uma declaração indelicada, antes é um tratamento cerimonioso ou respeitoso dispensado ás mulheres casadas. Nos escritos gregos, essa Forma de Tratamento é constantemente utilizada aquando alguém se dirige a rainhas ou a outras mulheres distintas. Augusto dessa maneira se dirigiu a Cleópatra, rainha do Egito e Jesus assim tratou mais tarde a Maria Madalena, segundo já crucificado, ao entregá-la aos cuidados de João (Jo 19.26).
(c) Quando á ordem de Jesus de encher as talhas- As seis talhas cerimoniais são um símbolo da incapacidade do judaísmo em aproximar o homem com Deus. Jesus é o Messias e não apenas cumpre a velha  religião simbolizada pelas talhas cheias até a borda, outorga a justiça jamais alcançada pelo cumprimento da Lei (Mt 5.17-20; Rm 10.4, G1 3.24) O que o homem precisa é nascer de uma nova Fonte, pois o cumprimento de rituais religiosos-as talhas não garantem  um lugar no reino de Deus.




4 Jesus Realiza o Milagre da Provisão 
Haviam seis talhas de pedras para as purificações dos judeus, ou seja, para lavarem-se cerimonialmente. Disse-lhes Jesus: Enchei de água essas talhas. E encheram-nas Totalmente¨(2.6.7)
(a) As Talhas de Pedra- Estas eram usadas pelos judeus para lavagem das mãos e de utensílios nos seus cerimoniais de purificação(Mc 7.3.4). Eram vasos enormes, com capacidade entre 80 e 120 litros. Jesus ordenou aos serventes que as enchessem até a Borda e depois tirassem um pouco d"água e levassem ao mestre-sala . Esse papel era reservado a principal testemunha da parte do noivo. geralmente o seu melhor amigo, o qual ficava responsabilizado pela direção da Festa.
(b)A operação do poder Criador de Jesus- O processo pelo qual a água  foi transformada em vinho era divino; nenhuma palavra foi escrita sobre o método da operação do milagre; simplesmente nos é informado o que aconteceu antes e depois do milagre. Jesus não enunciou qualquer palavra de ordem, nem empregou qualquer meio: Bastava a silencioso exercício da sua vontade  para que matéria se transformasse segundo o seu querer. A operação  do poder criador do Senhor Jesus foi Feita  mediante sua simples vontade íntima(Rm 13.3).
(c) O melhor ainda está por vir.-¨E, logo que o mestre-sala provou a água feita vinho [ não sabendo donde  viera, se bem que o sabiam ao serventes que tinham tirado a água], chamou o mestre-sala ao esposo, e disse-lhe: Todo homem pões primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então o inferior; mas tu guardaste até  agora o bom Vinho¨. O melhor ainda está por vir, Chegaremos um dia a falar ao Mestre aquilo que o mestre-sala falou ao noivo: ¨Guardaste até agora o bom vinho¨(Jo 2.10; Pv 4.18). Por mais cheios de gozo espiritual  que tenham sido os anos passados de experiência cristã, o Melhor ainda está por vir.


                         Conclusão
O primeiro sinal de jesus é uma verdadeira demonstração de tudo o que ocorreria em seu ministério: ele  ultrapassa as limitações da lei com a operação de sua graça ilimitada; alguns passam a crer nele enquanto a maioria não percebe o significado do milagre. Aos que crêem, O Senhor concede vida em abundância, marcada pela alegria dos que provaram o vinho novo no reino de Deus 




Paulo Ribeiro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário